Algumas atuações da Engenheira Clínica dentro da instituição de saúde:

Controlar o patrimônio dos equipamentos médico-hospitalares e seus componentes;
• Auxiliar na aquisição e realizar a aceitação das novas tecnologias;
• Treinar pessoal para manutenção (técnicos) e operação dos equipamentos (operadores);
• Indicar, elaborar e controlar os contratos de manutenção preventiva/corretiva;
• Executar a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos médico-hospitalares, no âmbito da instituição;
• Controlar e acompanhar os serviços de manutenção executados por empresas externas;
• Estabelecer medidas de controle e segurança do ambiente hospitalar, no que se refere aos equipamentos médico-hospitalares;
• Elaborar projetos de novos equipamentos, ou modificar os existentes, de acordo com as normas vigentes (pesquisa);
• Estabelecer rotinas para aumentar a vida útil dos equipamentos médico-hospitalares;
• Auxiliar nos projetos de informatização, relacionados aos equipamentos médico-hospitalares;
• Implantar e controlar a QUALIDADE dos equipamentos de medição, inspeção e ensaios, item 4.11 da ISO-9002, referente aos equipamentos médico-hospitalares;
• Calibrar e ajustar os equipamentos médico-hospitalares, de acordo com padrões reconhecidos;
• Efetuar a avaliação da obsolescência dos equipamentos médico-hospitalares, entre outros;
• Apresentar relatórios de produtividade de todos os aspectos envolvidos com a gerência e com a manutenção dos equipamentos médico-hospitalares – conhecidos como indicadores de qualidade e/ou produção.